controlar gastos

Como controlar gastos mensais no cartão de crédito

Uma das maiores facilidades deste século é também o vilão dos bolsos de grande parte dos brasileiros. Os cartões de crédito funcionam como uma faca de dois gumes, abrindo possibilidades e deixando seus rastros ao fim de cada mês.

 

Não é atoa que uma das melhores formas de começar um planejamento financeiro para controlar gastos é deixar de usar o crédito por dois ou três meses. Conhecer suas despesas fixas e variáveis para estimar o quanto gasta em cada semana ou mês é muito mais fácil sem adicionar os valores muitas vezes supérfluos do crédito.

 

A dica de economistas para começar esse controle de gastos chutar um valor para os gastos de uma semana e depois de um mês. Esse chute pode ser feito com uma estimativa básica dos valores totais. Depois disso, saque o valor escolhido da conta e tente utilizar somente este dinheiro durante a semana toda, depois durante um mês todo.

 

Quando usamos dinheiro, sentimos melhor o valor da compra e começamos a ter uma perspectiva mais realista dos gastos. O uso do cartão de crédito volta quando já tivermos uma consciência melhor do dinheiro mensal, e mesmo assim, precisa ser usado com cautela. Algumas orientações para controlar gastos do cartão de crédito são:

 

Tenha só um cartão de crédito e débito

 

O primeiro passo é eliminar qualquer conta desnecessária de cartão. As taxas de juros dos cartões de crédito são altas e não é preciso de mais de um para realizar suas compras. Mantenha só um cartão de crédito e débito na sua carteira e todos os cálculos já ficam mais fáceis.

 

Compre poucas vezes parcelado

 

A alegria dos cartões de crédito são as contas parceladas, mas elas são traiçoeiras. Diminuir a quantidade de despesas variáveis também significa reduzir o número de compras parceladas. Prefira sempre que for possível quitar as dívidas na hora.

 

Não esqueça dos juros

 

Em 2016, as taxas de juros do cartão de crédito superaram em quase 160% a de cheques especiais e juros consignados. São os juros que tornam as compras no crédito tão altas de forma sorrateira. Consulte os valores de seu banco e fique atento sempre.

 

Pague sempre o total da fatura

 

Aqui está uma das dicas mais importantes: não pague o valor mínimo das faturas do cartão em cada mês. Sempre pague o valor total da fatura, não acumule dívidas para os meses seguintes.

 

Aproveite vantagens, mas não gaste mais pensando nelas

 

Uma das justificativas para ter um cartão de crédito são as vantagens de pontos em milhas e descontos. Esses benefícios podem e devem ser usados sempre que possível, mas isso não pode ser uma motivação para gastar mais. Se colocar na ponta do papel, pagar por suas passagens ficará mais barato do que gastar tanto no cartão para ganhá-las.

 

Veja seu saldo real ao fim de cada mês

Passou um mês controlando seus gastos no cartão? Então faça as contas. Calcular o valor gasto é uma forma de criar consciência com o dinheiro e projetar os valores para o próximo mês, estabelecendo um limite cada vez menor para o cartão de crédito.

 

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *