cartão de crédito

5 orientações para usar seu cartão de crédito sem dívidas

Com nossa falta de controle, orientação ou planejamento financeiro, acabamos acumulando gastos desnecessários e usando o cartão de crédito mais vezes do que o necessário. Dívidas nos cartões são situações constantes para muitas pessoas, mas eles não precisam ser inimigos na hora de economizar dinheiro.

Se usado da forma certa, evitando juros altos e gastos exorbitantes, o cartão de crédito é uma ótima ferramenta para realizar suas compras. Vem ver como isso é possível nas cinco orientações abaixo.

 

Saiba quanto você pode gastar por mês no cartão

Assim como para outros gastos, o cartão de crédito deve estar incluído em seu planejamento financeiro. Se você recebe R$2.000 por mês, utiliza R$1.200 em pagamento de contas e R$300 em dinheiro, você sabe que terá apenas R$500 para usar no cartão de crédito sem criar dívidas. Quando for fazer essas contas mensais, prefira guardar sempre parte do dinheiro que sobra para uma poupança, e planeje apenas o restante para gastos no cartão.

 

Tenha apenas um cartão de crédito

Para não se perder em despesas, tenha apenas um cartão de crédito com limite máximo de até 50% do seu salário. Assim, você tem maior controle na hora que tiver impulsos para comprar, pois ao chegar no limite não terá outra opção a não ser pagar em dinheiro.

 

Escolha opções sem taxas de anuidade

Já existem opções de cartão de crédito que não possuem nenhuma cobrança de taxas de anuidade, o Nubank é uma delas. Além disso, a partir do aplicativo você pode controlar todos os seus gastos e visualizar todas as transações realizadas.

 

Nunca pague somente o mínimo

Evite sempre pagar o valor mínimo ou parcelar suas dívidas do cartão de crédito. Esse é o principal motivo para a maioria das pessoas endividadas por aí não conseguirem parar de se afundar. É sempre melhor planejar primeiro para não cair em gastos indevidos depois.

Evite pagar contas de água, luz, telefone ou aluguel no cartão

Além destes gastos já precisarem estar previstos em sua organização mensal, as administradoras dos cartões normalmente cobram tarifas para prestar esses serviços. Prefira pagar essas contas no débito para já saber quanto sobra em seu orçamento pelo resto do mês.

 

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *