linguagem corporal

Linguagem corporal: como parecer mais confiante

Confiança é parte integrante do sucesso. Claro, há uma diferença entre confiança e ego, e é importante que você não desenvolva o último ultrapassando o necessário. Mas como parecer mais confiante sem afetar o ego?

Para começar, concentre-se na linguagem corporal. Mantenha as mãos visíveis e não as coloque nos bolsos ao falar. Esconder suas mãos pode sugerir incerteza e nervosismo. Além disso, certifique-se de fazer contato visual com a pessoa com quem você está falando e não desvie seus olhos.

Outra área para se concentrar é a sua voz. Certifique-se de não murmurar ou gritar e, em vez disso, mantenha sua voz em um nível de fala normal. Quanto mais claro você soar, mais confiante você parece. É por isso que também é importante não falar rápido e apressar suas palavras. Quando você fala devagar, fica mais cauteloso com o que está dizendo e pode evitar vícios de linguagem.

Desde oferecer um forte aperto de mão até ficar em pé, a linguagem visual é fundamental para te trazer uma expressão de confiança e fazer outras pessoas acreditarem em você. Aqui vão algumas outras dicas retiradas do infográfico de Pound Place.

Mantenha suas mãos visíveis

Ao invés de colocar suas mãos no bolso, use-as para fazer gestos com as palmas voltadas para cima. Esconder as mãos dá a ideia de incerteza ou nervosismo, enquanto mantê-las à mostra determina honestidade.

Faça contato visual

Não olhe para longe quando estiver argumentando sobre algo. Mantenha um contato natural e não estranho com a pessoa, alternando entre os olhos e a boca. O contato visual é o maior indicador de confiança.

Termine as frases diminuindo o tom

Quando você termina as frases com um som agudo, a impressão que dá é que ela não foi finalizada. Crie um ritmo com as sentenças, diminuindo o tom ao final para demonstrar assertividade.

Projete sua voz

Você provavelmente já ouviu alguém dizer que a outra pessoa está falando para dentro. Projetar a sua voz não significa gritar nem sussurrar, mas sim respirar pelo diafragma e falar com um volume um pouco mais alto do que o comum.

Encene as questões

Precisa fazer uma pergunta para instigar o público? Crie questões que mantenham o fluxo da conversa e faça gestos que indiquem sua dúvida e se mostrem abertos para ouvir o que o outro tem a dizer.

Fale devagar

Fale como o caminhar de uma lesma e isso irá soar normal para todos. Quando falamos muito rápido, costumamos inserir vícios de linguagem no vocabulário e cortar palavras importantes.

Mantenha o corpo ereto

Cabeça para cima, ombros encaixados, pés levemente distanciados e nada de ficar fazendo movimentos bruscos. Essa é a melhor forma de transmitir confiança, autoridade e projetar suas intenções.

Ofereça um aperto de mão seguro

A mais antiga das dicas de confiança é ter um bom aperto de mão. De dois a cinco segundos segurando a mão de outra pessoa de forma firme, sem apertar ou soltar muito, e você já saberá se está falando com alguém confiante.

Todas essas orientações não apenas de fazem parecer mais confiante, mas também te fazem se sentir mais confiante. Dar atenção a linguagem corporal e a fala em todas as relações nos ajuda a conseguir o que queremos.

 

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *