fortalecer a mente

5 estratégias diárias para fortalecer a mente

A psicologia discute frequentemente sobre saúde mental, mas ainda temos dificuldade em obter uma definição clara da força mental. Ter força mental significa que você regula suas emoções, gerencia seus pensamentos e se comporta de maneira positiva e ativa, apesar de suas circunstâncias. Desenvolver a força mental é encontrar coragem para viver de acordo com seus valores e ser ousado o suficiente para criar sua própria definição de sucesso.

A força mental envolve mais do que apenas força de vontade: requer trabalho duro e compromisso. Trata-se de estabelecer hábitos saudáveis ??e escolher dedicar seu tempo e energia ao auto-aperfeiçoamento.

Embora seja mais fácil sentir-se mentalmente forte quando a vida parece simples, muitas vezes a verdadeira força mental só se mostra no meio de crises pessoais, profissionais, seja quais forem. A escolha de desenvolver habilidades que aumentem sua força mental é a melhor maneira de se preparar para os inevitáveis ??obstáculos da vida.

Muitos exercícios existem que podem ajudá-lo a desenvolver a força mental, mas aqui estão cinco para você começar:

1. Avalie suas crenças básicas

Todos nós desenvolvemos crenças fundamentais sobre nós mesmos, nossas vidas e o mundo em geral. As crenças básicas se desenvolvem com o tempo e dependem em grande parte de nossas experiências passadas. Se você está ciente de suas crenças básicas ou não, elas influenciam seus pensamentos, seu comportamento e suas emoções.

Às vezes, as crenças básicas são imprecisas e improdutivas. Por exemplo, se você acredita que nunca terá sucesso na vida, pode estar menos apto a se candidatar a novos empregos e, como consequência, pode não se apresentar bem em entrevistas de emprego. Portanto, suas crenças básicas podem se tornar realidade, condicionando comportamentos.

Identifique e avalie suas crenças básicas. Muito poucas coisas na vida são verdadeiras “sempre” ou “nunca”. Modificar as crenças básicas requer intenção e trabalho árduo, mas isso pode mudar todo o curso da sua vida.

2. Gaste sua energia mental com sabedoria

Desperdiçar o poder do cérebro ruminando sobre coisas que você não pode controlar drena sua energia mental rapidamente. Quanto mais você pensar em problemas negativos que não consegue resolver, menos energia terá de sobra para empreendimentos criativos.

Por exemplo, sentar e se preocupar com a previsão do tempo não é útil. Se uma grande tempestade estiver a caminho, se preocupar com isso não a impedirá. Você pode, no entanto, optar por se preparar para isso. Concentre-se no que está apenas sob seu controle.

Economize sua energia mental para tarefas produtivas, como resolver problemas ou estabelecer metas. Quando seus pensamentos não são produtivos, faça um esforço consciente para mudar sua energia mental para tópicos mais úteis. Quanto mais você pratica sua energia mental, mais ela se tornará um hábito.

3. Substitua pensamentos negativos por produtivos

Embora a maioria de nós não gaste tempo pensando sobre nossos pensamentos, aumentar sua consciência dos seus hábitos de pensamento se prova útil na construção de resiliência. Pensamentos negativos exagerados, como “Eu não posso fazer nada certo”, impedem que você atinja todo o seu potencial. Pegue seus pensamentos negativos antes que eles saiam do controle e influenciem seu comportamento.

Identifique e substitua pensamentos excessivamente negativos por pensamentos mais produtivos. Pensamentos produtivos não precisam ser positivos, mas devem ser realistas. Um pensamento mais equilibrado pode ser: “Tenho algumas fraquezas, mas também tenho muitos pontos fortes”. Mudar seus pensamentos requer monitoramento constante, mas o processo pode ser fundamental para ajudá-lo a se tornar o melhor de si.

4. Pratique tolerância ao desconforto

Ser mentalmente forte não significa que você não tenha emoções. Na verdade, a força mental exige que você se torne consciente de suas emoções para poder fazer a melhor escolha sobre como reagir. A força mental é aceitar seus sentimentos sem ser controlado por eles.

A força mental também envolve uma compreensão de quando faz sentido se comportar de maneira contrária às suas emoções. Por exemplo, se você tiver uma ansiedade que o impeça de tentar coisas novas ou aceitar novas oportunidades, tente sair da sua zona de conforto se quiser continuar a se desafiar. Tolerar emoções desconfortáveis ??requer prática, mas torna mais fácil aumentar a confiança.

Pratique para se comportar como a pessoa que você gostaria de se tornar. Em vez de dizer: “Eu gostaria de poder ser mais extrovertido”, opte por se comportar de maneira mais extrovertida, quer você queira ou não. Algum desconforto é necessário para um ganho maior, e tolerar esse desconforto ajudará a transformar sua visão em realidade, um pequeno passo de cada vez.

5. Reflita sobre seu progresso diário

O mundo ocupado de hoje não se presta a disponibilizar muito tempo para reflexão silenciosa. Crie tempo para refletir sobre o seu progresso em direção ao desenvolvimento da força mental. No final de cada dia, pergunte-se o que você aprendeu sobre seus pensamentos, emoções e comportamento. Considere o que você espera melhorar ou realizar amanhã.

Desenvolver a força mental é um trabalho em progresso. Há sempre espaço para melhorias, e às vezes isso parece mais difícil do que em outros momentos. Refletir sobre o seu progresso pode reforçar sua capacidade de alcançar sua definição de sucesso enquanto vive de acordo com seus valores.

 

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *