site seguro

Site seguro: como identificar e tirar a prova

A GDPR, lei de proteção de dados que a União Europeia aprovou no fim de maio, segue mudando o modo de operação de empresas que trabalham diretamente com a internet. O exemplo mais recente vem do Google Chrome, cuja nova versão vai expandir os critérios de avaliação do browser para definir se uma página é ou não é segura ao usuário.

A novidade, é a presença de uso de HTTPS no julgamento desta apuração automática do navegador, parte do pacote de atualização intitulado Chrome 68 que foi disponibilizado hoje pelo Google. Sigla para protocolo de transferência de hipertexto seguro (Hypertext Transfer Protocol Secure, em inglês), esta tecnologia é usada por site para garantir que qualquer informação disponibilizada pelo usuário durante a navegação seja protegida do interesse de terceiros, estando automaticamente encriptada à partir do momento em que ela é enviada. À partir de hoje, se ela não existir no site o Chrome imediatamente avisará o usuário que a plataforma não é segura.

O HTTPS hoje é bastante comum na maioria dos sites, mas ainda não é uma presença dominante no meio online. De acordo com dados apurados por Troy Hunt, mais da metade do milhão de sites mais acessados hoje não conta com o protocolo, mantendo o uso do tradicional e não seguro HTTP (Hypertext Transfer Protocol, o protocolo de transferência de hipertexto comum) no lugar. Para os usuários, este déficit de atualização deixa-os em uma posição bastante vulnerável, fator que deve ter sido um dos principais na decisão do Google ao aumentar a rigidez da apuração de seu navegador.

O que é um site seguro?

Um site realmente seguro é aquele que é livre de malware e vírus, e criptografa todos os dados que passam por ele para proteger suas informações pessoais, financeiras ou outras informações confidenciais de serem comprometidas.

Infelizmente, nem todos os sites são seguros, e esse selo “seguro e verificado” pode não ser legítimo ou pode ter sido copiado de outro lugar. Felizmente, existem várias maneiras de verificar se um site é seguro de usar:

HTTPS

Se você estiver em uma página da web que exige a inserção de suas informações pessoais ou particulares, verifique se o URL na barra de endereço do seu navegador da Internet começa com “https://”. Como dito anteriormente, a letra S é muito importante, pois significa que o site está usando o HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure), um protocolo de comunicação para comunicação segura. Não insira nenhuma informação se a página não estiver protegida por HTTPS.

Os navegadores representam criptografia HTTPS com um ícone de bloqueio (geralmente verde) na barra de endereço. Você pode verificar se um site é seguro clicando no ícone de bloqueio na barra de endereço, que normalmente está localizado à esquerda do URL, e um pop-up será exibido, exibindo informações de certificado de segurança e outros detalhes de segurança significativos.

Política de privacidade do site

A política de privacidade de um website contém informações muito úteis sobre como seus dados são coletados do website, como são usados ??e quais medidas de segurança a empresa tomará para garantir a segurança dos seus dados privados. Se um site não tiver uma política de privacidade adequada, você pode querer considerar sair.

Manter os seus dados pessoais em segurança não é apenas da responsabilidade do website, mas também sua, de tomar as devidas precauções quando partilhar voluntariamente as suas informações on-line.

Informações de contato

Informações de contato atualizadas são outro fator que ajuda a determinar se um site é seguro. Um proprietário de site preocupado com a segurança terá, no mínimo, um endereço de e-mail válido no qual qualquer problema identificado possa ser resolvido. Idealmente, o site também incluirá mídia social, telefone e possivelmente um endereço físico.

Verificação do selo

Se você vir um selo “Seguro e verificado” ou semelhante na parte inferior de um website, passe o cursor sobre ele. Se ele for para o local desejado, o clique deve iniciar um pop-up exibindo as informações corretas de certificado e verificação. Se as informações exibidas não corresponderem ao site que você está visitando, elas não serão legítimas e provavelmente não serão seguras.

O SiteLock Trust Seal é exibido em sites depois de terem sido verificados pelo SiteLock e são considerados seguros e livres de malware, tornando-os uma opção para os clientes. O selo exibe claramente o nome do site verificado, a data da última verificação e as informações da empresa, como endereço e número de telefone. Esses detalhes servem como prova de que o site que eles visitam está em situação regular e toma as devidas precauções contra comprometimentos de dados.

Com todas essas precauções, fica muito mais confiável e seguro fornecer suas informações ao site para compras ou outro tipo de acesso.

 

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *