7 maneiras de organizar as finanças pessoais

Aprender a organizar as finanças pessoais é o primeiro passo para evitar dívidas, ter segurança e orçamento para realizar objetivos. Além disso, saber como lidar com o dinheiro em casa será um diferencial importante para dirigir as finanças da sua empresa. Pensando nisso, separamos algumas dicas essenciais para você organizar as finanças pessoais e ter as contas equilibradas. Confira o conteúdo a seguir e coloque essas dicas em prática hoje mesmo!   

Use uma porcentagem para gasto

Você sabia que uma ótima maneira de organizar as finanças pessoais é separando o dinheiro para diferentes gastos em porcentagens? Por exemplo, destine:

– 55% para gastos essenciais (contas, alimentação)

– 20% para seus objetivos

– 10% para aposentadoria

– 10% livre para você

– 5% para educação

Assim, você conhecerá suas despesas e saberá como direcionar melhor seu dinheiro para ter uma reserva e realizar objetivos.

Tenha objetivos pessoais

Quando você tem uma empresa, sabe quanto dinheiro precisa destinar para contas, pagamento de funcionários, compra de materiais… Para organizar as finanças pessoais você pode trabalhar da mesma forma, porém, pensando nos objetivos pessoais. Quando você coloca no papel os planos que deseja realizar e quanto precisa para que dê certo, sabe quanto pode gastar e quanto precisa economizar. Com isso, você começa a se planejar melhor, guardar mais dinheiro e reduzir gastos desnecessários.

Liste todas as suas contas fixas

Quantas vezes você esqueceu de pagar uma conta ou deixou para pagar atrasado porque não tinha dinheiro suficiente? Este problema pode ser reduzido ou eliminado se você começar a colocar no papel todas as suas contas fixas. Isso porque, para organizar as finanças pessoais, você precisa ter suas despesas sempre à vista. Desta forma, você sabe quanto pagar uma conta e poderá se preparar para pagar todas elas.

Utilize um aplicativo de organização

Uma boa estratégia para organizar as finanças pessoais é contar com um aplicativo de controle financeiro. Você pode baixar aplicativos específicos, ou mesmo verificar no aplicativo do seu banco se eles oferecem esta ferramenta. Com este instrumento, você consegue acompanhar e visualizar seus maiores gastos e suas receitas e despesas. Além disso, pode utilizar as informações para planejar o orçamento do mês seguinte e, assim, evitar se endividar ou enrolar por causa de dinheiro.

Guarde uma reserva de emergência

Como todos sabemos, a vida é feita de imprevistos e, do dia para a noite, podemos ter surpresas que nos mudem completamente. Desde um problema inesperado com o carro, até uma demissão, estes problemas inesperados podem surgir a qualquer momento e o ideal é estarmos preparados para isso. Por isso, garantir uma reserva de emergência é um passo essencial para uma boa organização financeira pessoal. Afinal, devemos estar preparados para tudo e isso envolve a questão financeira também.   

Corte gastos

Equilibrar a vida financeira é essencial para garantir segurança e se organizar para realizar sonhos. Por isso, parte de uma organização financeira pessoal saudável é eliminar gastos excessivos. Porque assim, você terá mais dinheiro para investir no que realmente importa e evitará gastar mais do que ganha e se endividar. Dê prioridade às despesas essenciais (alimentação, saúde, contas) e reveja os seus gastos para cortar coisas que não são tão importantes assim.

Elimine dívidas

Empurrar as dívidas com a barriga é a maneira mais fácil de continuar endividado e nunca ter dinheiro para realizar planos. Por isso, uma das prioridades da sua organização financeira pessoal é liquidar dívidas e evitar ao máximo fazer novas! Coloque tudo no papel e estabeleça um prazo para quitar tudo. Assim, você evitará problemas com bancos e terá um planejamento eficiente para realizar seus objetivos de vida.

You May Also Like

Aplicativos que ajudam a gerenciar o seu negócio

8 estratégias para fazer uma empresa crescer gastando pouco

Como cobrar os clientes devedores? 9 dicas que irão te ajudar

Como sair do vermelho? 10 dicas para você sair das dívidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *